Escoliose: tratamento com colete


A escoliose é uma condição que causa uma curva anormal na coluna. Dependendo do grau dessa deformação, o tratamento com colete pode ser uma alternativa de tratamento satisfatório.

O colete para escoliose é um dispositivo usado ao redor do tronco que tem como objetivo evitar o agravamento da curva, além de prevenir a necessidade de uma cirurgia corretiva, quando a escoliose atinge 40 a 50 graus de curvatura, o que ocorre em muitos adultos que não trataram a condição precocemente (na adolescência).

O colete é indicado principalmente para adolescentes, sobretudo, os que sofrem de um tipo chamado de escoliose idiopática, onde até se tem conhecimento é um agente causador de ordem genética.

O colete para tratamento da escoliose geralmente é feito de material plástico leve e é modelado em um corpo de gesso, respeitando as individualidades do paciente, o grau e tamanho de curvatura, ajudando assim no uso contínuo, que é o trará os resultados esperados para a melhora e diminuição da escoliose. 

Logo, o jovem ainda em fase de crescimento, consegue ótimos resultados com o colete, enquanto que este não é indicado para adultos, uma vez que o crescimento ósseo já se chegou no final do seu ciclo, e que a piora do grau da curva tende a aumentar, prejudicando, inclusive órgãos importantes como coração e pulmão.

 

Como funciona o colete de escoliose?

Os coletes para escoliose, são classificados como órteses, ou seja, são aparelhos de uso temporário, onde o principal objetivo é alinhar, regular ou corrigir alguma parte do corpo, tal como as próteses tal como coletes cervicais utilizados para o tratamento de fraturas na coluna.

O colete geralmente é fixado na região pélvica e os ombros contra a torção, assim sendo, ocorre uma correção da escoliose por meio de várias zonas de pressão e alívio.

A princípio, existem dois tipos de colete para tratamento da escoliose, sendo eles o Colete Milwaukee e o Colete Boston.

 

Colete Milwaukee

Indicado para escoliose idiopática, com curvaturas de Cobb entre 25 a 45 graus, é o tratamento para crianças e adolescentes, do qual previne o aumento da curvatura anormal, sem alterar o crescimento da coluna vertebral.

A saber, o colete para escoliose do tipo Milwaukee, era usado inicialmente para imobilização da coluna vertebral em pacientes na fase de pós-operatório.

Algum tempo depois, os médicos Dr. Moe Spring e Lonstein do grupo Twin Cities, viram utilidade para o tratamento da escoliose com o colete, principalmente, escolioses com curvas superiores a 30 graus.

Seu formato cérvico-torácico-lombo-sacro, ou seja, se alonga do pescoço até a pelve do qual se adequa aos pontos de curvatura da escoliose.

 

Colete de Boston

O colete de Boston é muito utilizado para o tratamento contra escoliose, também indicado para melhorar outras doenças e condições como  cifose, lordose, fraturas da coluna torácica ou lombar.

É ajustado ao redor do corpo e funciona por meio da pressão exercida em 3 pontos estratégicos da curva.