Podoposturologia e os benefícios para coluna e o equilíbrio


Dores nas costas, joelhos e tornozelos podem ter origem no desequilíbrio postural que uma pessoa pode ter por pisar incorretamente ou fazer exercícios diários de forma incorreta. A podoposturologia é um método que auxilia no tratamento terapêutico e na prevenção de desconfortos como esses por meio de palmilhas posturais desenvolvidas para realinhar e reeducar a estrutura do corpo.
 
Cada palmilha postural é criada de acordo com as necessidades individuais de cada paciente, por meio de avaliação postural clínica com podoscópio, anamnese, teste de equilíbrio, análise de rotação, nivelamento de bacia e tensão da musculatura paravertebral, é possível prescrever e confeccionar uma palmilha específica para a necessidade do paciente.
 
A podoposturologia pode ajudar quem sofre com alterações posturais (principalmente a escoliose), diferença no tamanho das pernas, dores nas costas, quadril e/ou joelhos. Isso ocorre por conta de um distúrbio nos pés com alteração no tipo de pisada e consequente desequilíbrio postural. A tecnologia utilizada na fabricação das palmilhas é europeia. Elas absorvem o suor, os impactos sob os calcanhares, nas articulações dos membros superiores e na coluna vertebral durante o caminhar. A sensação é de conforto e bem-estar. Elas também ajudam a prevenir e amenizar os sintomas de eventuais lesões decorrentes de atividades esportivas. Por todas estas características, as palmilhas posturais e mecânicas são recomendadas para indivíduos com muita dor nos pés, tornozelos, pernas, joelhos, quadris e na coluna vertebral, sobrepeso e disfunções circulatórias nos membros inferiores (pé diabético, por exemplo).
 
O uso contínuo das palmilhas modifica o corpo de dentro para fora. Por isso, é sem dúvida parte importante no tratamento de uma lesão muscular/articular, porque trata a carga que interfere na mecânica do organismo. É uma técnica que aborda o indivíduo como um todo e permite tratar a causa da afecção, obtendo resultados mais satisfatórios e em menor tempo, evitando as recidivas e até uma cirurgia.
 
É importante ressaltar que tratamento com palmilhas posturais é complementar aos tratamentos médicos, fisioterapêuticos, odontológicos, ortópticos ou podológicos.
 
Por
Diana Maquiné
Assessoria de Comunicação.